Demitidos da Globo, atores jogam a merda no ventilador expondo emissora no lixo total

Existia na emissora ‘quartinho do pó’ e do ‘c*’.

A atriz Maria Zilda Bethlem voltou a ser um dos assuntos mais comentados das redes socais.

Ela, que vem revelando supostos acontecimentos dos bastidores da Rede Globo, tem causado dor de cabeça em muitos ‘grandiosos’ da emissora.

Em uma transmissão de vídeo com o ator Oscar Magrini, ela disse que, para entrar na emissora, haveria um ‘teste do sofá’, eufemismo muito utilizado para descrever uma troca de favores sexuais.

O ator completou a fala e foi além. Segundo Magrini, existiria na empresa também ‘um quartinho do pó’, em referência ao uso de cocaína e outras substâncias ilícitas.

“Se eles escreverem papel para nós […] Eles acham que [os atores mais velhos] não dão ibope. Quem dá ibope é quem tem like no YouTube […], quem dá o rabo para o diretor”, rebateu Zilda.

O ator assegurou que isso acontecia muito no passado, mas não mais.

“Hoje em dia, sabe o que é? Mesmo se o cara for dar o rabo e colocar o garotão lá, e o garotão for uma merda, ferrou.”

Zilda, contudo, persistiu no assunto:

“Oscar Magrini você trabalhou muitos anos na TV Globo e eu também. Eu entrei em 1975, então, você não vai dizer para mim que eu não sei como aquilo funciona até porque eu fui casada com diretor […] Eu sei muito bem como aquilo funcionava. Não é o teste do sofá não, é o teste do c*.”, disse.

A trombeta news

Compartilhe:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *