Brasil tem quase 1 milhão de casos de dengue em 2020, diz Ministério da Saúde

O Ministério da Saúde lançou nesta terça-feira (24) a nova campanha oficial do governo federal de combate ao mosquito Aedes aegypti, transmissor da dengue. O slogan da campanha será “Combater o mosquito é com você, comigo, com todo mundo” e vai focar no combate aos focos de proliferação do inseto.

Segundo o governo federal, o Brasil já registrou quase 1 milhão de casos da dengue em 2020. Até 14 de novembro, foram registrados 971.136 casos da doença no país. As maiores taxas de incidência foram registradas nos estados do Paraná, Mato Grosso e Mato Grosso do Sul e no Distrito Federal.

Ao todo, 528 pessoas morreram de dengue, sendo que 77% dessas mortes (401) estavam concentradas em São Paulo, Paraná, Mato Grosso do Sul e Distrito Federal. Os dados ainda podem ser atualizados, registra o Ministério da Saúde.

A chikungunya também é transmissível pelo Aedes aegypti. Segundo o MS, foram 78.808 casos da doença no país até 2020, com concentração nos estados acima de dois terços nos estados da Bahia e do Espírito Santo. Vinte e cinco pessoas morreram com a doença.

Em 2019, o Brasil registrou 1.544.987 casos da doença, de acordo com as estimativas oficiais. O verão, sobretudo após o início da temporada de chuvas, aumenta o estado de alerta para os focos de proliferação do mosquito, sobretudo superfícies com água parada.

Campanha

O Ministério da Saúde vai levar duas peças publicitárias para serem veiculadas na TV, rádio, internet e mídia exterior. A primeira vai focar na prevenção ao acúmulo de água parada.

“O mosquito é um vilão, mas o maior vilão é o cidadão que deixa, por exemplo, a água ficar empoçada. Por isso, essa campanha e o trabalho dos agentes in loco são ferramentas fundamentais para conscientizarmos a população sobre a importância do combate ao mosquito”, afirmou.

Na segunda fase, a intenção será divulgar sintomas e tratamento para as doenças, dengue, a Zika e a chikungunya.

CNN Brasil

Compartilhe:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *