CPRE/RN FAZ OPERAÇÃO EM SÃO PAULO DO POTENGI E APREENDE QUASE 60 VEÍCULOS IRREGULARES

Governo do Rio Grande do Norte, por meio do CPRE, realizou neste sábado (20), uma operação no município de São Paulo do Potengi/RN para prender e apreender veículos ilegais. Segundo relatos nas redes sociais de populares da cidade, foram apreendidos quase 60 veículos irregulares.

Essa não é a primeira operação que o CPRE faz na cidade, geralmente suas operações acontecem aos sábados, dia do maior movimento comercial do município devido a feira livre que acontece. A população de toda região Potengi participa da feira livre na cidade de São Paulo do Potengi, porém desde do inicio do ano vem sendo pega de surpresa com operações do órgão do governo.

Populares revoltados gravaram vídeos, áudios e relatos nas redes sociais indignados com apreensão dos seus veículos. O comercio local que a muitos anos já está prejudicado, sem investimentos municipais e sem atrativo para instalações de empresas, tem sua economia movimentada por muitos desses cidadãos, que usam esses veículos como moto-taxistas ou taxistas, fazendo dessas ocupações a sua principal fonte de renda. 

Apesar desta operação corresponder todos os parâmetros legais da nossa legislação de trânsito, a própria não deixa de constranger pais e mães de família, trabalhadores, comerciantes e uma parte da sociedade Potengiense que teve seu bem tomado pelo estado. A “legalidade” e a “leigalidade” da população andam ladeados, e muitos não sabe quais tramites legais deveriam tomar para legalizar seu veículo, justamente por serem “leigos” e poucos conhecerem o que determina a lei. 

Como frisado em um vídeo gravado pelo Canal Papo Reto do Leonnam Leniere, o que falta para população Potengiense são bliz educativas, com o proposito de lhes mostrarem todos os parâmetros legais, desde da condução do veículo, dos kits de segurança, a importância da legalidade do veículo até o código de trânsito brasileiro. Porém o estado age de forma “sorrateira”, silenciosa e inesperada. 

Frisamos que a OPERAÇÃO DO CPRE em si é legal, preenche todos os requisitos da lei, porém, existe outros meios que podem serem feitos, sem que prejudique a cidade e a população que consegue comprar um veículo desses com muito trabalho e suor. A lei existe, tem que ser cumprida e executada, mas há outros meios que legais que podem ser aplicados antes de qualquer punição.

A população aguarda um parecer dos órgãos públicos como Prefeitura Municipal, Governo do Estado e do Detran/RN.


Compartilhe:

6 thoughts on “CPRE/RN FAZ OPERAÇÃO EM SÃO PAULO DO POTENGI E APREENDE QUASE 60 VEÍCULOS IRREGULARES

  • 20 de julho de 2019 em 16:06
    Permalink

    E as auto escola não rnsinam tudo sobre legislação de trânsito quando da retirada da carteira não?

    Resposta
  • 20 de julho de 2019 em 19:13
    Permalink

    É uma pena que o Governo popular do PT venha a confiscar os meios de transporte dos mais pobres.
    Será que vão exigir que a população descapitalizado venha a pagar a dívida acumulada nos últimos 24 anos de Governo Socialista.
    Determine Sra Governadora que a regularização se faça apenas com o emplacamento dos últimos dois anos.
    Aumenta a arrecadação do Estado e o povo descapitalizado vai continuar renovando os emplacamentos para se manter legal.

    Resposta
  • 20 de julho de 2019 em 19:42
    Permalink

    Educação só resolve com crianças. Pais da impunidade .muitos querem viver a margem da lei, sem fiscalização .Parabéns CPRE.

    Resposta
  • 21 de julho de 2019 em 11:45
    Permalink

    Vivemos em um país onde o certo e errado meu deus população se revolta com a lei?? Onde vamos parar no meio de um país corrupto onde a polícia e recebida com vaia em vez de ser com aplauso!

    Resposta
  • 21 de julho de 2019 em 17:36
    Permalink

    O governo do estado está perdoando dívidas atrasadas de motos de até 150cc porém o povo gosta de viver no errado. Esse papo de pobre e pai de família só funciona para vitimiza os infratores.

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *