PARA ESPECIALISTAS, APOIAR O NEYMAR É INCONSTITUCIONAL, MAS ABRAÇAR E DAR VISTO PERMANENTE A TERRORISTA É SUPER COMUM, HIPOCRISIA

Especialistas em direito analisaram a fala do Presidente em apoio ao Atacante de Neymar e disseram que era inconstitucional para o cargo, visto que o mesmo (Neymar) está sendo investigado por estupro.

O Brasil acolheu diversos terroristas ao longo de sua época, mas o que ficou mais conhecido por meio midiático foi o terrorista, assassino e ex-foragido da Itália Cesare Battisti. Em 2007 Battisti foi preso no Brasil e alegou ser inocente das acusações contra ele na Itália. Em 2009 seu caso chegou ao ex-presidente Lula, que de pronto pediu a libertação do terrorista.

Atendendo ao pedido do ex-presidente, o STF por meio de julgamento soltou o terrorista, que recebeu a bênção do ex-presidente e um visto temporário para ficar no país. Em 2011, já no governo da ex-presidente Dilma Rousseff, Cesare Battisti recebeu o visto permanente para ficar no Brasil e trabalhar como um cidadão comum. 

Cesare Battisti foi condenado na Itália à prisão perpétua, acusado do assassinato de 4 pessoas em 1979, conhecido na época como “anos de chumbo“. 

Nada que o Bolsonaro fizer nesse país estará dentro dos parâmetros da lei, perante o código penal, uma pessoa só pode ser considerada culpada quando seu processo estiver transitado e julgado, o que não é o caso do Neymar, por tanto, até se confirmarei os fatos e as instâncias, o Neymar continua sendo brasileiro, trabalhador, com residência fixa no Brasil, com dupla nacionalidade devido exercer suas funções fora do país.

O que há de errado nisso?



Compartilhe:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *