SOCIALISMO E COMUNISMO, PORQUE TEORICAMENTE PREGAM A PROSPERIDADE DOS POVOS E NA PRÁTICA APENAS DOS SEUS LÍDERES?



Quando Karl Marx escreveu “O manifesto comunista” com Friedrich Engels defendendo uma ideia de que o socialismo pregava a divisão igualitária das riquezas entre os povos, essa ideia começou a se espalhar pelo mundo, logo perdeu forças e continuou apenas nos livros.

Pouco mais tarde em meados do século XIV inicio do século XX (Entre 1848 Com Marx e Engels e em 1917 com Vladimir Lênin, quando ganhou forças com a revolução Russa) surgiu o comunismo de Marx, Engels e Vladimir Lênin na antiga URSS, que logo foi adotado por vários outros países, dentre estes, Cuba.

Este (comunismo) que por sua vez prega “a abolição da propriedade privada e o fim da luta de classes, além da construção de um regime político e econômico que possibilite o estabelecimento da igualdade e justiça social entre os homens” logo tomou conta de vários países do mundo, o qual colocou o Brasil na sua linha de frente, porém não tiveram o êxito de implantação aqui.

Pois bem, se estas “ideologias” pregam uma “divisão igualitária de riqueza e bens de consumo para uma sociedade “por igual“. Porque o governo Cubano retirou o seu país do “PROGRAMA MAIS MÉDICOS“, sabendo estes que poderiam prosperarem ajudando a si e às suas famílias?



Será que realmente o “Socialismo e Comunismo” pregam a prosperidade entre seus povos ou apenas aos seus líderes e fiéis seguidores, que vivem de oprimir seus povos? Uma das verdades sobre a farsa da “divisão das riquezas” foi derrubada quando o país “comunista e totalitário” Cuba, impediu que seus povos prosperassem. Ainda há alguém que defenda essas ideologias falsarias? És à questão.

Por Wilson Lima

Compartilhe:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *