Já pensou ganhar um salário mínimo de 5,2 milhões? E se este salário for melhorado para 180 milhões mensais? Você mudaria de País?

O presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, anunciou na sexta-feira que multiplicará por 34 o salário mínimo, sem informar quando o aumento entrará em vigor, como parte de seu programa de recuperação econômica. Maduro disse que o salário estará “aferrado” ao valor do petro, uma criptomoeda criada pelo Governo para obter liquidez. Cada petro, de acordo com o mandatário, equivale a 60 dólares (235 reais), baseado no preço do barril de petróleo venezuelano.

“Fixei o salário mínimo, as aposentadorias e a base de salários para todas as tabelas salariais do país em meio petro, 1.800 bolívares [do novo plano monetário que entrará em vigor na segunda-feira e retirará cinco zeros da moeda]”, disse Maduro à rede pública de televisão. Em bolívares atuais, o salário mínimo passaria de 5,2 milhões (menos de 4 reais no mercado negro, que domina a economia) a 180 milhões (aproximadamente 110 reais).

O ajuste, de 3.464%, é o quinto do ano. O salário mínimo, que não dá sequer para comprar um quilo de carne, se diluiu na Venezuela pela acelerada desvalorização do bolívar e uma hiperinflação que pode chegar a 1.000.000% nesse ano, de acordo com o FMI. Ainda que tenha prometido que seu Governo iniciará um rígido programa de disciplina fiscal, Maduro disse que o Estado assumirá por 90 dias a diferença do aumento do salário mínimo para todas as “pequenas e médias indústrias do país”.

“Precisaremos de uma disciplina fiscal prussiana e eliminar definitivamente a emissão de dinheiro não orgânico e sustentar a emissão de dinheiro na produção de riqueza, de petróleo, de ouro, turismo”, afirmou, ao reconhecer o financiamento monetário. Confira a matéria completa…

Fonte: El País

https://brasil.elpais.com/brasil/2018/08/18/internacional/1534589833_611281.html

Compartilhe:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *