Pacientes diabéticos de Natal sofrem com a falta de medicamentos na rede pública de saúde.

Segundo informações veiculada ontem (06) na mídia dão conta de que pacientes diabéticos da rede pública de Natal estão sofrendo com a falta de medicamentos. Alguns já estariam a quatro meses sem receber o medicamento pela rede pública. Ao todo, 1.015 pacientes diabéticos fazem tratamento e recebem os remédios no centro integrado de serviços em saúde, no antigo hospital dos pescadores, na Ribeira.

Enquanto os pacientes estão sem receber seus medicamentos e com o tratamento precarizado por conta do descaso da saúde pública em Natal, a política vai à todo vapor sem poder dar uma trégua. Obviamente, os interesses políticos, o dinheiro e o poder vale muito mais do que vidas.

A precarização dos serviços públicos em Natal é notório em todos os setores da administração, reflexos ainda deixado pelo ex-prefeito de Natal, que deixou a prefeitura para se dedicar exclusivamente a disputa pelo governo do estado. O tempo foi curto para organizar os problemas do município, porém mais curto é o tempo para brigar pelo poder esquecendo assim dos problemas da cidade.

Agora resta a população que necessita dos serviços da saúde arquejar em busca de soluções para não ficar a mercê da prefeitura do Natal. Segundo relatos, tem pacientes que chegam a gastar em média R$ 400,00 para não ficar sem a medicação, mesmo sem condições financeiras, pois necessitam manter os cuidados. Enquanto isso, os órgãos competentes que podem fiscalizar, assistem atônitos a situação se agravar sem tomar nenhuma providência.

Fonte:G1

https://g1.globo.com/rn/rio-grande-do-norte/noticia/2018/08/06/diabeticos-estao-sem-receber-insulinas-pela-rede-publica-de-saude-ha-mais-de-4-meses-em-natal.ghtml

Compartilhe:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *